Depressão pós parto: como prevenir e cuidar?


Pastoral da Criança

Às vezes, logo após o parto, a mãe sente certa dificuldade de criar vínculos com a criança e desenvolve alguns medos sobre a sua criação e manutenção. Por isso, é muito importante que toda a família esteja sempre presente no cuidado da mãe, do bebê e do ambiente que os cercam. O papel do pai é imprescindível nesse momento. Confira a entrevista da Doutora Mara Sara, psicóloga e professora da Universidade Tecnológica Federal do Paraná sobre depressão pós parto:

Doutora Maria Sara, explique para os nossos ouvintes agora o que é depressão pós-parto?

A depressão tem várias etiologias, vários fatores, desde o físico ou emocional situacional, econômico, que convergem para eclodir um diagnóstico de depressão. Depressão pós-parto ela tem muito mais relação direta entre a mãe a criança, a mãe olha para criança e meio que não se identifica com a criança, ela se sente incapaz de lidar com aquela criança, porque ela não tem mais controle, é um outro ser vivo, é como se a criança não fosse mais dela, não pertencesse ela, então há um medo de perder aquela criança para sempre, de não saber cuidar daquela criança, de não saber lidar com aquela criança. Então a depressão pós-parto é um quadro muito complicado, é um quadro que ele tem que ser rapidamente diagnosticado, e que ele tem que passar em algumas semanas tem que desaparecer, porque a criança precisa sobreviver, então a mãe tem que vincular com a criança, tem que desenvolver um afeto com a criança.

1398 depressao pos parto entrevistada dra maria sara de lima

Doutora Mara Sara

Dra Maria Sara, Quais são as causas da depressão pós-parto Doutora?

A depressão pós-parto não tem uma causa que e só hormonal, você não pode dizer sim 90% dos casos são oscilação hormonal, não é, porque além desta causa bioquímica você tem o fator familiar, o arranjo familiar, é uma questão muito mais situacional, e às vezes a própria família, a própria sociedade, não dá importância nenhuma para o estado psicológico desta mãe.

Dra Maria Sara, como é feito o tratamento da depressão pós-parto? Conta para a gente.

Tem tratamento medicamentoso, tem psicoterapia, grupos de ajuda,  grupos de mães, grupos de pré-natal, e tem tratamento Clínico também individual, através de psicoterapia com psicólogos ou psiquiatras conforme o caso, mas os tratamentos são esses né, psicoterapia tratamento clínico e tratamento de reposição hormonal algumas vezes.

Doutora Maria Sara, como companheiro e a família podem ajudar a mulher que acabou de ganhar bebê, a sair da depressão?

E dizer para ela que a gente não tem que dar conta de tudo, que ninguém vai dar conta de tudo né, que a super mulher não existe, só existe uma mulher, e que essa mulher tem uma amiga, então os amigos, os parentes, os familiares, tem que primeiro a saber conversar, importante conversar, então o que que acontece para o marido assumir o papel de pai que precisa dividir a responsabilidade de cuidar da criança junto com a mulher, mas para ele fazer isso ele tem que participar desde o pré Natal, ele tem que amar a criança desde a gravidez até o nascimento.


Matéria retirada do site da Pastoral da Criança, clique aqui para acessar o site.